Consórcio português está a realizar obras do porto da cidade da Praia, Cabo Verde

15 October 2010

Praia, Cabo Verde, 15 Out – Um consórcio de três empresas portuguesas está já a executar a segunda fase das obras de expansão e modernização do porto da Praia, no valor de 72 milhões de euros, concluída que foi, quinta-feira, a primeira parte do projecto.

O contrato de adjudicação foi assinado em finais de Agosto e as obras lideradas pela Somague, MSF Engenharia e Etermar arrancaram em Setembro, devendo terminar no prazo de 30 meses.

A segunda fase – a primeira foi quinta-feira oficialmente concluída e contou com o financiamento do Millenium Challenge Corporation (MCC) no valor de 53 milhões de dólares – abrange a recuperação do cais existente, a construção do manto de protecção de parque de contentores e edificação de um quebra-mar de 234 metros de extensão.

O projecto envolve ainda o prolongamento do cais número um para cerca de 450 metros, de modo a permitir que dois navios de contentores se movimentem ao mesmo tempo com maior facilidade, não obstante a movimentação de navios de combustíveis na extremidade do cais.

A dragagem da bacia de manobra para fundos e a instalação de um sistema de apoio à navegação, assim como a construção do parque de contentores, são outras das componentes da obra.

Pensado para um horizonte de 20 anos, o projecto de modernização e expansão do porto da Praia pretende que a infra-estrutura passe a ter, em 2030, um tráfego na ordem dos dois milhões de toneladas de mercadorias. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH