Governo de Moçambique lançou novo concurso público internacional para a exploração das areias pesadas do Chibuto

19 October 2010

Maputo, Moçambique, 19 Out – O novo concurso público internacional lançado pelo governo para a exploração das areias pesadas do Chibuto, província de Gaza, já tem quatro “grandes empresas” interessadas, afirmou segunda-feira em Maputo a ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias.

Durante vários anos, o projecto de exploração das areias pesadas do Chibuto esteve a cargo da australiana Corridor Sands, companhia adquirida mais tarde pela BHP Billiton, principal empresa de mineração a nível mundial, que detém também a fundição de alumínio Mozal.

As actividades da BHP Billiton no Chibuto deveriam começar em 2012 mas, em 2009, num contexto de crise económica mundial, a empresa anunciou que o investimento na extracção de minérios de titânio era “inviável naquele momento” e alegou ainda indisponibilidade tecnológica para continuar o projecto.

A companhia solicitou então dois anos para desenvolver tecnologias adequadas à exploração e processamento das areias, mas o governo moçambicano considerou excessivo o período de tempo solicitado e cancelou a concessão, lançando segunda-feira um novo concurso internacional para explorar o depósito das areias pesadas do Chibuto, que se estima contenha mais de 72 milhões de toneladas de ilmenite.

A apresentação de propostas a este concurso termina no dia 18 de Março de 2011, devendo o vencedor ser conhecido em Abril.

Após a assinatura de um acordo de princípio com a validade de dois anos, o governo negociará então a concessão mineira, com as expectativas de aumentar as receitas fiscais, promover o envolvimento do empresariado nacional e gerar benefícios sociais para as comunidades envolventes. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH