Formalizada em Luanda nova estrutura accionista da Mota-Engil Angola

20 October 2010

Luanda, Angola, 20 Out – O grupo português Mota-Engil assinou terça-feira em Luanda o contrato de compra e venda de acções com um consórcio angolano liderado pela Sociedade Nacional de Petróleos de Angola (Sonangol), no âmbito da constituição da Mota-Engil Angola.

A criação da nova sociedade de direito angolano, na qual o grupo português terá 51 por cento, aguarda agora a autorização da Agência Nacional para o Investimento Privado de Angola (ANIP).

A petrolífera Sonangol detém agora 20 por cento da Mota-Engil Angola, da qual são ainda accionistas o Banco Privado Atlântico, com 11 por cento, e os seus principais accionistas Finicapital – Investimentos e Gestão e Globalpactum – Gestão de Activos, cada um com 9 por cento.

A Mota-Engil integrou na nova sociedade os seus activos da fileira da construção, à excepção da sociedade que tem com a Auto-Sueco Angola e dos activos imobiliários.

Os activos transferidos foram avaliados em 325 milhões de dólares, encaixando a Mota-Engil mais de 160 milhões de dólares pelos 49 por cento que alienou.

A nova Mota-Engil Angola actuará nos sectores da construção civil e obras públicas, na indústria e no mercado da construção industrializada, bem como na habitação. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH