Canadiana African Queen Mines vende acções para investir na prospecção mineira em Moçambique e outros países africanos

21 October 2010

Vancouver, Canadá, 21 Out – A canadiana African Queen Mines anunciou em Vancouver ter procedido a uma colocação particular de 7,5 milhões de acções tendo obtido um encaixe de 4,875 milhões de dólares canadianos a serem aplicados nas operações da empresa em Moçambique e outros países africanos.

O encaixe, adiantou a empresa em comunicado, será aplicado no financiamento dos projectos de exploração de ouro em Moçambique, Quénia e Gana e nos de exploração de diamantes no Botswana e Namíbia, servindo ainda para a eventual aquisição de activos e como fundo de maneio.

No início do mês, a empresa anunciou que os furos de prospecção iniciais efectuados no projecto Rei Salomão, na província de Tete, em Moçambique, permitiram revelar a ocorrência em quantidade significativa de cobre, ouro e prata.

A African Queen Mines, que está envolvida neste projecto numa parceria com a empresa suíça Opti Metal Trading Ltd, tem concessões para a exploração de minerais, caso de ouro, em Moçambique, Quénia e Gana e de diamantes no Botswana e na Namíbia.

Neste dois últimos países, a empresa tem concessões com uma área de 9 200 quilómetros quadrados, em Moçambique a concessão tem 230 quilómetros quadrados e no Quénia dispõe de 112 quilómetros quadrados para a exploração de ouro e outros minerais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH