Exploração de minério de ferro nas minas de Cassinga, em Angola, poderá iniciar-se dentro de três anos

4 November 2010

Luanda, Angola, 4 Nov – A exploração de ferro e manganês nas minas de Cassinga, situada na província da Huíla, sul de Angola, poderá iniciar-se dentro de três anos, disse quarta-feira, em Luanda, o secretário de Estado para Geologia e Minas, Mankenda Ambroise.

À margem de um encontro com o ministro luxemburguês da Economia e do Comércio Exterior, Jeannot Krecké, Mankenda Ambroise salientou que está em curso um projecto em Cassinga visando a produção, transformação e comercialização daqueles minerais.

A exploração e a transformação do ferro e manganês, de acordo com o secretário de Estado, serão feitas por um consórcio constituído por empresas públicas e privadas, nacionais e internacionais.

Além do projecto de Cassinga, na Huíla, Mankenda Ambroise referiu, sem precisar, existir um outro projecto na região norte de Angola que arrancará também com a exploração de ferro.

A propósito do encontro com o governante de Luxemburgo, o interlocutor disse que Angola está aberta a parcerias no sector de geologia e minas para prosseguir com o seu desenvolvimento.

O ministro da Economia e do Comércio Exterior de Luxemburgo, que está em Angola desde a passada segunda-feira para uma visita de quatro dias, afirmou que o seu país pretende estabelecer com Angola uma cooperação, de médio e longo prazo, nos sectores de transformação de aço.

Jeannot Krecké lidera uma comitiva de empresários de vários sectores da economia do seu país, sobretudo de exploração e transformação mineira e construções. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH