Acordo entre Moçambique, Brasil e Japão para desenvolver a agricultura vai ser assinado em Maputo

9 November 2010

São Paulo, Brasil, 9 Nov – Um acordo entre Moçambique, o Brasil e o Japão para o desenvolvimento agrícola de Moçambique deve ser hoje assinado em Maputo, informou a imprensa brasileira de São Paulo.

Exigindo um investimento de 13,4 milhões de dólares, a parceria reúne a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Agência Japonesa de Cooperação Internacional (Jica) e o Instituto de Investigação Agrária de Moçambique (IIAM).

Designado Pró-Savana, o projecto vai aprofundar a capacidade de pesquisa e transferência de tecnologias para melhorar o corredor de Nacala, área de savana tropical que se estende desde a região central até o norte de Moçambique, que dispõe de um tipo de vegetação muito semelhante à do chamado Cerrado brasileiro.

Além das acções levadas a cabo pela Embrapa, a iniciativa mais conhecida é o Programa Nipo-brasileiro de Cooperação para o Desenvolvimento Agrícola do Cerrado (Prodecer), criado na década de 1970 para impulsionar o Centro-Oeste brasileiro.

Do total de 13,4 milhões de dólares a serem aplicados em pouco mais de cinco anos nas actividades do Pró-Savana, 7,3 milhões de dólares serão garantidos pela Jica e 3,6 milhões de dólares pela Agência Brasileira de Cooperação via Ministério das Relações Exteriores. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH