Exploração de minério de ferro de Cassinga, Angola, vai rentabilizar investimentos no caminho-de-ferro de Moçâmedes

11 November 2010

Lubango, Angola, 11 Nov – O reinício da exploração do ferro nas minas de Cassinga é um dos factores que vai permitir a rentabilização dos investimentos efectuados na reconstrução do caminho-de-ferro de Moçâmedes, afirmou, terça-feira, no Lubango, o governador da província.

Ao abordar os principais passos dados pelo executivo local nos últimos anos, Isaac dos Anjos destacou a importância do caminho-de-ferro de Moçâmedes para o recomeço da exploração do ferro em Cassinga, paralisado desde a década de 70 do século passado.

“A partir da linha de Tchamutete, o ramal do CFM vai descer até a província do Cunene, para se juntar a linha férrea da Namíbia, a fim de ligar o porto de Walvis Bay ao do Namibe”, disse o governador.

A exploração de ferro e manganês nas minas de Cassinga, localizadas no município da Jamba, província da Huíla, poderá arrancar dentro de três anos, apontando as previsões para uma geração de mais de cinco mil postos de trabalho. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH