Ministra do Comércio de Angola afirmou que China é um parceiro estratégico do seu país

12 November 2010

Xangai, China, 12 Nov – A China é um parceiro estratégico para Angola poder diversificar a sua economia e, sobretudo, as suas exportações, disse quinta-feira em Xangai a ministra angolana do Comércio, Maria Idalina Valente.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, a ministra salientou que devido ao seu petróleo, Angola já é “o maior parceiro comercial da China em África”, sendo “responsável por uma parte significativo dos recursos energéticos da China”, salientou Idalina Valente.

A ministra angolana congratulou-se com “o apoio chinês” à reconstrução em curso no seu país, mas defendeu “outros modelos de desenvolvimento” das relações bilaterais.

“Queremos agora, nesta fase, mais sossegados e com os primeiros passos da reconstrução consolidados, partir para outros modelos de desenvolvimento que permitam uma reciprocidade de vantagens para Angola e para a República Popular da China”, afirmou.

Idalina Valente defendeu, em particular, o desenvolvimento das pequenas e médias empresas, que são “mais flexíveis” e que “podem constituir uma mais-valia para todos os países que fazem parte do Fórum Macau”.

A ministra angolana qualificou também como “uma mais-valia” a escolha de Macau para sede de uma plataforma para a promoção do comércio e da cooperação económica entre a China e os países de língua portuguesa.

A 3.ª conferência ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (CPLP) realiza-se em Macau a 13 e 14 de Novembro e e nele participam, entre outros, os chefes de governo da China, Guiné-Bissau, Moçambique e Portugal e o Presidente de Timor-Leste. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH