Província de Inhambane, Moçambique, exporta 1500 toneladas de derivados de coco por ano para a África Austral

18 November 2010

Maputo, Moçambique, 18 Nov – A província de Inhambane, sul de Moçambique, exporta anualmente 1500 toneladas de derivados de coco para a África do Sul, Tanzânia e Malawi, disse à macauhub em Maputo uma fonte do governo provincial.

A exportação dos derivados de coco para o mercado internacional ganhou consistência com a construção de uma unidade de processamento de adubos no distrito de Morrumbene, bem assim como a instalação de uma unidade de aproveitamento de derivados de coco para o fabrico de colchões, tapetes, entre outros produtos.

A procura por parte dos mercados da África Austral em relação aos derivados de coco tem animado os produtores locais, que procuram melhores estratégias para aumentar a sua produção.

Muitas fábricas viradas para a produção de vários derivados de coco como sabões, óleos tem-se instalado na província de Inhambane, havendo actualmente sete unidades industriais.

No entanto, quatro fábricas fecharam na província devido à falta de matéria-prima pelo que os responsáveis pelo sector agrícola no governo provincial vão dar início a um programa visando promover o fomento do coqueiro, que contemplará a plantação de 40 mil árvores. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH