Camponeses do Cuanza Norte, Angola, relutantes em aderir ao crédito agrícola

23 November 2010

Ndalatando, Angola, 23 Nov – O director do departamento de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas da província do Cuanza Norte afirmou-se sexta-feira em Ndalatando preocupado com a fraca adesão dos camponeses da região ao crédito agrícola da campanha 2010.

Dizendo que a fraca adesão ao esquema recentemente instituído pelo governo pode comprometer a campanha agrícola, Fernando Humberto Mesquita considerou inexpressivo o número de processos remetidos até agora pelos camponeses ao Banco de Poupança e Crédito (BPC) para financiamento da actividade agrícola.

“A nível da província, apenas o município de Ngonguembo formalizou, com cinco cooperativas, a intenção de se habilitar ao crédito de campanha, solicitando um financiamento global avaliado em 1,7 mil milhões de kwanzas”, disse à agência noticiosa angolana Angop.

Fernando Humberto Mesquita disse não entender ao certo as razões que estão na base desta relutância dos camponeses em aderir ao financiamento, acreditando que a insuficiente informação por parte deles sobre as vantagens da adesão ao programa pode ser a causa.

O governo da província em parceria com o Ministério da Agricultura e do Desenvolvimento Rural e Pescas promoveu, em Setembro último, em Ndalatando, um seminário de formação destinada a informar os camponeses sobre as modalidades de acesso ao crédito agrícola de campanha 2010.  (macauhub)

MACAUHUB FRENCH