Resultado do concurso para reparar estrada Cuamba/Nampula, em Moçambique, anunciado dentro de dias

26 November 2010

Maputo, Moçambique, 26 Nov – A identidade das três empresas que vão proceder à reparação dos 350 quilómetros de estrada que ligam Cuamba a Nampula, norte de Moçambique, será conhecida dentro de dias, disse à macauhub em Maputo uma fonte governamental.

O governo de Moçambique está desde Outubro passado a avaliar as propostas apresentadas por várias empresas ao concurso lançado pela Administração Nacional de Estradas (ANE), devendo agora ser anunciados os vencedores a serem submetidos à apreciação dos doadores para aprovação final.

Esta obras conta com vários financiadores, entre os quais o Japão, país que deverá conceder um empréstimo de 60 milhões de dólares a Moçambique para a reconstrução daquele troço.

Em Outubro passado o governo moçambicano contraiu um empréstimo de 20 milhões de dólares junto do Banco de Exportação e Importação da Coreia do Sul, destinado ao financiamento da primeira fase do projecto de melhoramento do Corredor de Nacala, que o troço Nampula/Cuamba faz parte.

O custo total desta obra, que envolve a reparação de 348 quilómetros de estrada, é de 270 milhões de dólares, devendo Moçambique contar ainda com contribuições do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e da Coreia do Sul, além da do Japão, através da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA).

As obras de reparação daquele troço deverão durar, após a adjudicação, sensivelmente dois anos.

Além de fazer parte do Corredor de Nacala, a estrada Nampula/Cuamba está inserida no Protocolo de Transportes, Comunicações e Meteorologia da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC), que visa uma integração total de infra-estruturas da região. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH