Transportadora Linhas Aéreas de Moçambique aumentou de 4 para 17 número de voos para Tete

6 December 2010

Maputo, Moçambique, 6 Dez – A Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) aumentou este ano de 4 para 17 o número de voos semanais para Tete sendo ainda possível que esse número venha a crescer, disse em Tete o director provincial dos Transportes e Comunicações de Tete.

A cidade de Tete dispõe actualmente de 21 voos semanais, sendo 17 da LAM, a companhia de bandeira de Moçambique, e os restantes da sul-africana Airlink, que liga a capital moçambicana do carvão e o coração económico da África do Sul, a cidade de Joanesburgo.

A South African Airways (SAA), a companhia sul-africana de bandeira ainda não voa para a cidade de Tete, capital da província que tem estado a despertar interesse de muitas empresas interessadas em investir na exploração de carvão, entre elas a brasileira Vale, a australiana Riversdale Mining e a Coal India, entre outras.

O fluxo de investimentos no sector carbonífero, particularmente em alguns distritos de Tete entre os quais Moatize, justifica o aumento de frequência de voos para a província de Tete.

A empresa Linhas Aéreas de Moçambique tem estado a efectuar avultados investimentos, que ascendem a 100 milhões de dólares, na modernização da sua frota, visando a substituição dos aviões Boeing 737-200 pelos Bombardier 400 e Embraer 190 adquiridos no Canadá e no Brasil, respectivamente.

Além de ter iniciado carreiras regulares para a capital angolana Luanda, a administração da LAM anunciou em Fevereiro passado que até ao final do ano iria retomar os voos para Lisboa, a capital de Portugal, uma rota que é explorada pela transportadora TAP – Air Portugal em regime de “code-share” com a LAM. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH