Ministro britânico pretende que mais empresas do seu país invistam em Angola

10 December 2010

Luanda, Angola, 10 Dez – O ministro britânico para África, Henry Bellingham, manifestou quarta-feira, em Luanda, a vontade de ver mais empresas britânicas a investirem em Angola, tendo em vista o reforço das relações bilaterais e o acelerar da parceria estratégica em diversos sectores.

Henry Bellingham, que falava no final de uma visita de três dias a Angola, adiantou que na base dessa vontade estão os resultados alcançados com a realização do fórum de negócios Angola/Grã-Bretanha, um evento em que participaram empresas britânicas de projecção mundial.

“A boa notícia é que estas empresas britânicas não querem apenas fazer comércio em Angola, mas, sobretudo, investir. Queremos também que empresas angolanas vão a Londres”, disse o ministro britânico.

No balanço da visita que efectuou a Angola de 5 a 8 do corrente mês, o ministro britânico para África destacou o interesse em aumentar a relação de cooperação a nível académico e das universidades, tendo anunciado um acordo com a Universidade Agostinho Neto, que envolve as companhias britânicas BP
e Amec.

Durante a sua estada em Angola o ministro visitou o “campus” universitário, a fim de criar laços com as instituições educacionais britânicas e de cooperação
com o novo jardim botânico da universidade. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH