Governo de Cabo Verde criou fundo para apoiar internacionalização das empresas

13 December 2010

Praia, Cabo Verde, 13 Dez – O governo de Cabo Verde constituiu um fundo de 100 mil contos para apoiar a internacionalização das empresas do país, afirmou na cidade da Praia o administrador da Cabo Verde Investimentos, Carlos Rocha.

De acordo com o jornal A Semana, Carlos Rocha disse que a constituição do fundo destina-se a “tentar alargar a nossa base de exportação, bem como para aliciar as empresas cabo-verdianas a arriscar”.

Por isso, prosseguiu, o Decreto-Lei que criou o fundo exclui desde logo os projectos de investimento nas áreas do turismo, banca, seguros, imobiliária e construção civil que sejam objecto de mecanismos definidos em legislação específica ou que, pela sua natureza, não sejam estratégicos em matéria de internacionalização.

Os maiores incentivos destinam‑se aos projectos de investimento por empresas sediadas nas ilhas periféricas – Brava, São Nicolau, Fogo e Santo Antão – e no interior de Santiago, sendo os montantes a conceder em função da respectiva localização e da percentagem do volume de negócios aí gerados.

O governo criou ainda o Centro Internacional de Negócios de Cabo Verde (CIN), concedendo benefícios fiscais às empresas e entidades que ali se instalarem bem como àquelas que participarem no capital social de sociedades instaladas no referido Centro.

“As entidades instaladas no CIN são ainda isentas de direitos aduaneiros aplicáveis a importações de alguns bens, nomeadamente materiais de construção, máquinas, aparelhos, instrumentos e utensílios, acessórios e peças separadas para edifícios e equipamentos, quando destinadas ao funcionamento das mesmas”, adiantou Carlos Rocha. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH