Governo de Moçambique pretende aumentar verbas consignadas para a agricultura

14 December 2010

Maputo, Moçambique, 14 Dez – Os fundos destinados para o sector agrário vão praticamente duplicar até 2015, passando dos actuais 5,6 por cento do Orçamento de Estado para 10 por cento, afirmou segunda-feira em Maputo o primeiro-ministro de Moçambique, Aires Ali.

De acordo com o jornal Notícias, de Maputo, o aumento anunciado enquadra-se no espírito do Programa Abrangente para o Desenvolvimento da Agricultura Africana (Comprehensive Africa Agriculture Development Programme – CAADP), cuja versão moçambicana foi lançada segunda-feira, em Maputo.

O Programa Abrangente para o Desenvolvimento da Agricultura Africana nasceu na capital moçambicana, há sensivelmente sete anos, quando da reunião dos chefes de Estado e de governo e um dos compromissos assumidos, na altura, tinha a ver com a consignação de pelo menos 10 por cento do Orçamento de Estado para a agricultura, por forma a assegurar fundos razoáveis para o sector.

“O governo está empenhado em consignar mais recursos para a agricultura e confiante de que antes de 2015 será alcançada a meta de dez por cento”, sublinhou o primeiro-ministro, Aires Ali, no acto do lançamento do programa para Moçambique.

O CAADP visa induzir e suster a transformação da agricultura à taxa de crescimento médio anual de seis por cento, como forma de reduzir a insegurança alimentar e a pobreza. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH