Empresa de Moçambique começará a prazo a exportar carne bovina para a Europa e Médio Oriente

22 December 2010

Chimoio, Moçambique, 23 Dez – A empresa Desenvolvimento e Comercialização Agrícola (DECA) vai investir 14 milhões de dólares na importação de efectivos bovinos e na construção de um matadouro, afirmou no Chimoio Mickail Patamo, administrador da empresa.

Citado pelo jornal Notícias, de Maputo, Patamo disse que o investimento enquadra-se no projecto Mozbeef, de desenvolvimento até 2013 de um efectivo pecuário de 10 mil cabeças para a produção de carne destinada à comercialização no mercado interno e exportação para a Europa e Médio Oriente.

Para a viabilização deste empreendimento a DECA, empresa controlada em 75 por cento pelo grupo britânico Central African Mining and Exploration Company (CAMEC), já dispõe de 11 400 hectares na província de Manica para a reprodução, criação e engorda de bovinos para posterior abate.

No posto administrativo de Vanduzi, onde vai ser erguido o matadouro, a DECA possui 340 hectares destinados ao gado para engorda, segundo disse Patamo, acrescentando que o projecto, nas suas linhas gerais, foi aprovado pelo Centro de Promoção de Investimentos (CPI) em Setembro passado. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH