Governo de Moçambique assinou contrato de concessão da hidroeléctrica de Mphanda Nkuwa

27 December 2010

Maputo, Moçambique, 27 Dez – A Hidroeléctrica de Mphanda Nkuwa (HMNK) vai construir e operar um aproveitamento hidroeléctrico no rio Zambeze, nos termos de um contrato de concessão sexta-feira assinado em Maputo com o governo de Moçambique.

Ao contrário dos anteriores acordos, que tinham um carácter provisório, o contrato agora assinado estabelece direitos e obrigações definitivas tanto para o Estado moçambicano como para a empresa HMNK, que passa a estar em condições de negociar contratos de venda para a energia eléctrica que vier a ser produzida.

A HMNK é um consórcio que integra três parceiros, o grupo brasileiro de construção civil Camargo Corrêa e o moçambicano Insitec, ambos com 40 por cento das acções, ficando os restantes 20 por cento nas mãos da empresa pública Electricidade de Moçambique (EdM).

O projecto contempla a construção de uma hidroeléctrica de fio de água (“run-of-river”), cerca de 61 quilómetros a jusante da barragem de Cabora Bassa, que numa primeira fase terá uma capacidade instalada de 1 500 megawatts, através de quatro turbinas com uma capacidade individual de 375 megawatts.

O presidente da HMNK, Egídeo Leite, disse que a construção da barragem está orçada em 2,9 mil milhões de dólares, podendo iniciar-se em finais de 2011 ou princípios de 2012 e demorar entre 4 a 5 anos.

A construção desta barragem está ainda condicionada à concessão de uma licença ambiental que deverá ser emitida pelo Ministério da Coordenação da Acção Ambiental, sendo que o estudo de impacto ambiental encontra-se numa fase adiantada, devendo ficar concluído até Julho de 2011. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH