Obras de dragagem do porto de Quelimane, Moçambique, concluídas

30 December 2010

Maputo, Moçambique, 30 Dez – As obras de dragagem de manutenção do cais e da bacia de manobras do porto de Quelimane, a capital da província central da Zambézia, terminaram, informou o diário Notícias, de Maputo.

A dragagem de manutenção, que vai permitir que os navios que se deslocam para aquele porto possam atracar e fazer manobras em segurança, custou cerca de 200 mil dólares, valor disponibilizado na totalidade pela Cornelder Moçambique, concessionária daquele porto.

Domingos Muzeia, director delegado da Cornelder-Moçambique em Quelimane, disse que a dragagem no porto de Quelimane, com uma duração de cerca de três meses, é uma operação realizada anualmente, para permitir que os navios de carga com um calado de cinco metros que se fazem ao local atraquem sem correr riscos de encalhar devido ao assoreamento.

A Cornelder Moçambique é uma parceria público-privada entre a empresa holandesa Cornelder, com 70 por cento do capital, e a empresa pública Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique (30 por cento) que obteve uma concessão de 25 anos para gerir o porto de Quelimane.

Além da gestão do dia-a-dia, a empresa tem ainda de melhorar as instalações portuárias no decurso do contrato, com a ajuda de um financiamento de 23 milhões de euros disponibilizados pela agência alemã de apoio ao desenvolvimento, Kreditanstalt für Wiederaufbau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH