Estudo de impacto ambiental da barragem de Mpanda Nkua, em Moçambique, ficará concluído até Junho

5 January 2011

Maputo, Moçambique, 5 Dez – O estudo de impacto ambiental da barragem de Mpanda Nkua, aproveitamento hidroeléctrico a ser construído no rio Zambeze, na província de Tete, deverá ficar concluído até Junho, informou o diário Notícias, de Maputo.

O jornal adianta que no passado recente a construção desta barragem a jusante da de Cahora Bassa tem sido alvo de muitas críticas por parte de algumas organizações ambientais, que a consideram uma séria ameaça ambiental numa zona que também apresenta riscos de ocorrência de sismos.

“Tanto os seus proponentes bem como o governo asseguram que a Mpanda Nkua deverá obedecer a todos os critérios que forem recomendados com vista à minimização dos impactos negativos sobre o ambiente” escreve o jornal.

O ministro da Energia, Salvador Namburete referiu, por seu turno, que os ganhos que a barragem irá trazer para as comunidades, considerando que Mpanda Nkua deverá desempenhar um papel importante no controlo e regulação do caudal do rio Zambeze, particularmente a jusante da barragem de Cahora Bassa, minimizando os efeitos negativos das cheias que têm assolado ciclicamente aquela região do vale do Zambeze.

Indicou igualmente que Moçambique está a precisar de energia eléctrica, facto que já está a interferir no próprio desenvolvimento do país, tendo mencionado o congelamento da terceira fase da fundição de alumínio Mozal, devido à incapacidade em obter 650 megawatts. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH