Total Angola transferiu operações petrolíferas para a Sonangol P&P

17 January 2011

Luanda, Angola, 17 Jan – A Total E&P Angola transferiu, a 31 de Dezembro de 2010, várias operações do Bloco 3/85, bem como as suas tarefas de operador nesse bloco, para a Sonangol P&P, na sequência de um acordo assinado a 23 de Dezembro último, informou sexta-feira em Luanda a Total.

A transferência efectuou-se devido ao termo da licença de produção de 20 anos contemplada no contrato de partilha de produção, ainda de acordo com o comunicado da subsidiária do grupo francês, acrescentando a empresa que o referido bloco possui dois campos de exploração de petróleo, cujas licenças expiram em 2011.

O documento informa que a licença de um dos campos (o de Cobo) expira brevemente, ao passo que a do campo de Pambi apenas caduca a 30 de Junho, razão pela qual a Total e o grupo empreiteiro continuarão a deter interesses no Bloco 3/85 nessa área de desenvolvimento, até ao termo da licença.

Em relação ao Bloco 3/91, que possui o campo do Oombo, cujo termo de licença de produção expirará em Dezembro de 2012, os actuais operadores, Total e o grupo empreiteiro, continuarão a deter igualmente interesses, afirmou ainda a direcção da empresa.

O informe salienta, entretanto, que o grupo empreiteiro detentor das participações nos Blocos 3/85 e 3/91 é composto pelas empresas Total E&P Angola (Operador), Sonangol P&P, ENI Angola, Svenska, Nis-Naftagas, Ina-Naftaplin e as subsidiárias da Mitsubishi Corporation Exploration: a AJEX (parceira no Bloco 3/85) e a AJOCO 91 (no Bloco 3/91). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH