Fundo Monetário Internacional volta à Guiné-Bissau em Março

19 January 2011

Washington, Estados Unidos da América, 19 Jan – Uma missão do Fundo Monetário Internacional (FMI) voltará à Guiné-Bissau em Março próximo a fim de prosseguir com a avaliação do programa de reformas do governo guineense, informou a instituição em comunicado.

De acordo com a nota divulgada, a anterior missão, que permaneceu na Guiné-Bissau de 10 a 14 de Janeiro corrente a fim de efectuar uma avaliação do acordo ECF (Extended Credit Facility ou Facilidade de Crédito Alargada), concluiu que o desempenho económico do país foi satisfatório.

O comunicado diz também que a missão, liderada por Paulo Drummond, concluiu ainda que as autoridades guineenses fizeram progressos relativamente às reformas estruturais e tendo louvado “o empenho do governo na introdução do programa de reformas destinado a aumentar o crescimento económico e a reduzir a pobreza”.

Em Dezembro de 2010, o Fundo Monetário Internacional e a Associação para o Desenvolvimento Internacional do Banco Mundial decidiram apoiar a redução em 1,2 mil milhões de dólares da dívida externa da Guiné-Bissau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH