Produtores vão este ano tratar 4,5 milhões de cajueiros em Moçambique

24 January 2011

Maputo, Moçambique, 24 Jan – Cerca de 4,5 milhões de cajueiros serão tratados em todo o Moçambique este ano, a fim de os tornar mais produtivos, disse à macauhub em Maputo uma fonte do Instituto Nacional do Caju (Incaju).

Na província de Nampula, por sinal a maior produtora nacional de caju, serão tratados 2,2 milhões de árvores, seguindo-se a província de Cabo Delgado com 1,5 milhões de cajueiros e a Zambézia com duzentos mil.

Serão ainda tratados cajueiros nas províncias de Manica, Gaza, Maputo, Sofala e Gaza.

Moçambique prevê produzir esta campanha agrícola 95 mil toneladas de castanha de caju, o que representa uma quebra de 1550 toneladas comparativamente com a época transacta.

Ate a década de 60 do século passado, Moçambique produzia metade da castanha de caju a nível mundial com a produção atingindo o pico nas vésperas da independência com cifras de 200 mil toneladas por ano.

Em 1972, a produção alcançou o seu ponto mais alto com a comercialização de 216 mil toneladas, sendo então Moçambique o maior exportador mundial. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH