Fábrica de vinhos e licores na cidade do Dongo, Angola, vai ser recuperada

31 January 2011

Luanda, Angola, 1 Fev – A Fábrica Vinelo, localizada na cidade do Dondo, vai ser alvo de um processo de recuperação por um consórcio constituído por uma empresa italiana e por outras angolanas, de acordo com o estatal Jornal de Angola.

Valentim Vertua, representante da empresa italiana, disse que a fábrica retomará a produção no final do ano, altura em que voltará a fornecer os produtos em que se especializou – vinhos, licores, fruta em calda e vegetais em conserva.

A recuperação da Fábrica Vinelo está avaliada em 196 milhões de euros, 40 milhões dos quais serão aplicados na instalação de painéis solares capazes de produzir até 2 mil megawatts de energia eléctrica, devendo a que sobrar ser encaminhada para a rede eléctrica geral da província.

Após a fábrica iniciar a laboração, estão previstas mais duas fases de financiamento, que deverão consumir 65 milhões de euros, destinadas ao aumento da produção a fim de iniciar a exportação para os mercados africanos e internacional.

O Jornal de Angola adiantou que os trabalhos de recuperação da fábrica vão estender-se a todas as propriedades agrícolas que a sustentavam, devendo nos primeiros três anos estarem a ser explorados entre 60 mil e 80 mil hectares, alcançando-se depois 150 mil a 200 mil hectares, na província do Cuanza Norte.

A fábrica Vinelo começou a funcionar em 1973, paralisou em 1992 devido à guerra civil e uma tentativa de recomeço da produção efectuada em 2002 pelo grupo Mello Xavier viria a terminar três anos mais tarde. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH