Trabalhadores em empresas chinesas em Angola trabalham mais e ganham menos do que nas empresas ocidentais

15 February 2011

Luanda, Angola, 16 Fev – A maioria dos angolanos empregados em empresas chinesas trabalha mais e ganha menos do que aqueles que laboram em empresas ocidentais, indica um estudo do Centro de Estudos e Investigação Científica da Universidade Católica de Angola (Ucan) terça-feira divulgada.

O estudo mostra que pelo menos 84 por cento dos angolanos empregados nas empresas chinesas trabalham mais de oito horas por dia e por menores salários do que nas ocidentais.

Nas empresas chinesas, refere o estudo divulgado pela agência noticiosa angolana Angop, 86 por cento dos inquiridos ganha menos de 300 dólares, enquanto a percentagem de trabalhadores com esse nível salarial nas ocidentais é de 33 por cento.

As diferenças alargam-se também ao nível da escolaridade, sendo que cerca 80 por cento dos angolanos a trabalhar em empresas chinesas têm apenas o ensino de base, enquanto nas empresas de países ocidentais essa percentagem é de 50 por cento.

A pesquisa abrangeu 325 trabalhadores angolanos dos sectores de construção civil (77 por cento) e petróleos (23 por cento). (macauhub)

MACAUHUB FRENCH