Castanha de caju a ser vendida a mais de um dólar o quilograma em Moçambique

23 February 2011

Maputo, Moçambique, 24 Fev – Os produtores de cajú no distrito do Gilé, norte da província central da Zambézia, estão a vender o quilo da castanha a 35 meticais, que supera de longe o valor de referência, de 6 meticais, estabelecido pelo governo moçambicano, disse a administradora do distrito.

Citada pelo jornal Diário de Moçambique, Teresa Mauaie disse ainda que se regista entusiasmo por parte da população no sentido de aumentar os níveis de produção da castanha de caju, facto que se evidencia pela acrescida aquisição de mudas para o fomento da cultura.

O distrito de Gilé está apostado em fomentar ainda mais a cultura do caju e, para o efeito, já se encontra em fase de execução um plano para a produção de 50 mil mudas, das quais foram concretizadas 35 900 e distribuídas aos grandes produtores.

Teresa Mauaie adiantou que, em 2009, a produção desta cultura de rendimento não foi além de 779 toneladas, com o preço a girar em torno dos cinco a 12 meticais na fase de maior procura.

A província da Zambézia tem grande potencial de produção de castanha de caju nos distritos de Gilé, Namacurra, Pebane e Nicoadala.

Um dólar equivale a cerca de 31,5 meticais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH