Governo de Moçambique estuda reabertura de antigas minas

23 February 2011

Maputo, Moçambique, 23 Fev – O Ministério dos Recursos Minerais de Moçambique está a efectuar estudos de viabilidade económica para a reabertura de um conjunto de antigas minas na província central de Manica, afirmou Salazar Mangumo, da Direcção Nacional de Minas.

Citado pela imprensa moçambicana, Mangumo adiantou que as antigas minas incluem as Dot’s Luck, Andrade, Guy Fawkes, Fair Bride e Boa Esperança e que os estudos, que se enquadram na política geológico-mineira do país, vão culminar com a reavaliação do potencial das minas de cobre de Mundongura e de ouro de Monarch, também naquela província.

Mangumo disse também que decorrem, presentemente, pesquisas de areias pesadas em Xai-Xai, Chingoene, Dongane na província de Gaza, e Ravene em Inhambane, que incluem a reavaliação das areias pesadas de Moebase.

Moçambique figura entre os países do continente africano dotados de maior potencial de recursos minerais, que incluem carvão, gás natural, ouro, titânio, minerais metálicos, entre outros.

Quanto aos metais básicos e preciosos, os resultados indicam índices de ocorrência significativa dos mesmos, associados ao ouro, cobre, zinco, vanádio e prata nas áreas de Balama (Cabo Delgado), Monapo e Murrupula (Nampula), Chíduè e Fíngoè (Tete) nas regiões norte e centro do país.

Os resultados de prospecção e pesquisa realizadas em Moatize, Changara, Mutarara, Marávia, na província de Tete, e Lago em Niassa, mostram um grande potencial de carvão, prevendo-se que nos próximos três anos algumas delas transitem para a fase de estudo de viabilidade económica. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH