Angola já pode prescindir das importações de água mineral engarrafada

25 February 2011

Luanda, Angola, 25 Fev – A produção de água mineral engarrafada em Angola em 2010 ultrapassou 1,23 milhões de hectolitros, um aumento homólogo de 155 por cento, afirmou quinta-feira em Luanda um responsável do Ministério da Geologia e Minas e da Indústria.

José Gonçalves, director nacional do gabinete de estudos, planeamento e estatística do ministério, disse que a produção de água mineral engarrafada já cobre as necessidades do país, sendo por isso possível prescindir das importações de água mineral”.

“Por esta razão, vamos propor que na nova pauta aduaneira que entra em vigor em 2012 se aumente a taxa de importação de água mineral”, referiu.

Este aumento, disse ainda José Gonçalves, iria estimular o aparecimento de mais unidades fabris de tratamento e engarrafamento de água, assim como permitiria aquelas que já funcionam aumentar a sua produção e consequentemente fazer surgir um maior número de postos de trabalho.

Aquele responsável adiantou para breve a entrada em funcionamento de mais quatro fábricas nas províncias da Huíla (duas), Cuanza Norte e Benguela, que se virão somar às já existentes em Cabinda, Huíla, Bengo, Cuanza Sul, Benguela e Luanda. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH