Governo de Angola pretende retirar país da lista dos menos avançados

28 February 2011

Luanda, Angola, 28 Fev – Angola pretende sair da lista dos países menos avançados dentro de três anos através de investimentos que estão a ser feitos nos sectores da Saúde e da Educação, anunciou em Luanda o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti.

“Estamos a trabalhar para traçar estratégias e desenvolver programas que visam acelerar a luta contra pobreza”, afirmou, reconhecendo que o país está atrasado em termos de desenvolvimento humano, em áreas como a da Educação e Saúde, citado pelo estatal Jornal de Angola.

O ministro, que regressou de um périplo realizado em quatro países asiáticos, Índia, Japão, Singapura e Malásia, participou na Conferência Ministerial dos Países Menos Avançados, em Nova Deli, Índia.

Na sequência desta reunião ministerial, vai ser realizada em Maio deste ano, em Istambul (Turquia), a cimeira dos Chefes de Estado.

Os países menos avançados discutiram a cooperação Sul/Sul, no sentido de encontrar soluções aceleradas para responder aos desafios do Milénio.

Segundo o ministro das Relações Exteriores, a Índia pretende, no âmbito das relações com Angola, ser um parceiro privilegiado no processo de reconstrução nacional, tendo divulgado o facto de aquele país pretende financiar projectos de construção de barragens hídricas em Angola para a produção de electricidade, através de uma linha de crédito avaliada em 200 milhões. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH