China emprestou a Angola desde 2002 quase 15 mil milhões de dólares

6 March 2011

Luanda, Angola, 7 Mar – A China já concedeu quase 15 mil milhões de dólares em crédito a Angola desde 2002 mas tem encontrado muitas dificuldades na contratação de quadros locais para os projectos de reconstrução, afirmou o embaixador da China em Angola.

Em declarações à agência noticiosa francesa France-Presse, o embaixador Zhang Bolum disse que os três bancos estatais chineses – Banco de Exportações-Importações da China, Banco Comercial e Industrial da China e o Banco de Desenvolvimento da China – concederam desde o final da guerra civil no país um montante estimado em 14,5 mil milhões de dólares.

Angola, que é um dos principais produtores de petróleo de África juntamente com a Nigéria, paga os empréstimos com petróleo, o que fez do país o segundo, e por vezes o primeiro, fornecedor da China depois da Arábia Saudita.

De acordo com o embaixador, cerca de 50 firmas estatais e 400 privadas da China trabalham actualmente em Angola, dispondo de uma força de trabalho composta por 60 mil a 70 mil cidadãos chineses, não obstante os acordos bilaterais exigirem que pelo menos 30 por cento da mão-de-obra seja angolana.

“As empresas chinesas não podem dar emprego a 30 por cento de angolanos, é impossível, não é um valor realista”, salientou Zhang, acrescentando não haver em quantidade suficiente cidadãos angolanos com capacidade para trabalhar em obras que dispõem de prazos de execução muito curtos e que exigem grande qualidade. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH