Projecto turístico Capulana, em Moçambique, em dificuldades financeiras

8 March 2011

Maputo, Moçambique, 9 Mar – O Instituto Nacional de Turismo (Inatur) de Moçambique está à procura de formas alternativas de financiamento para retomar o projecto turístico Capulana, informou o ministro do Turismo, citado pela Rádio Moçambique.

Lançado em 2008, o projecto turístico “Capulana”, destinado às zonas rurais em Moçambique, prevê a construção de pequenas estâncias hoteleiras de padrão médio-alto em 64 distritos do país, concretamente em locais com maior carência de acomodação.

Algumas unidades já estão a ser erguidas de forma faseada e deverão terminar em 2014, obedecendo a critérios de distribuição regional, mas devido a dificuldades financeiras o projecto está comprometido, não tendo o governo consignado qualquer verba no Orçamento Geral do Estado para este ano.

O ministro Fernando Sumbana salientou ter o governo conseguido na Índia um financiamento de 5 milhões de dólares, disse ter havido contactos com a banca a operar no país mas adiantou “o pacote de financiamento ainda está em aberto”.

Para este ano, previa-se a construção de cinco unidades “Capulana” nos distritos de Mueda (Cabo Delgado), Gorongosa (Sofala), Funhaloro (Inhambane), Chókwè e Mwadjahane (Gaza).

Os primeiros concursos para a construção de quatro unidades “Capulana” foram lançados em 2008 e a unidade de Moamba, inaugurada em Dezembro de 2009, faz parte desse lote.

Neste momento, estão em curso obras de construção de três unidades nos distritos de Mandimba (Niassa), Alto-Molócué (Zambézia) e Guijá (Gaza), se bem que esta última esteja parada por falta de recursos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH