Carvão de Moçambique levou Rio Tinto a aumentar oferta pela australiana Riversdale Mining

9 March 2011

Sidney, Austrália, 10 Mar – O presidente executivo da Riversdale Mining aprovou a melhoria das condições da oferta pública de aquisição lançada pelo grupo anglo-australiano Rio Tinto dizendo aos investidores não haver qualquer outra OPA concorrente.

O grupo Rio Tinto anunciou um aumento de 16 dólares australianos para 16,5 dólares australianos por acção, numa OPA cujo sucesso depende da aquisição de mais de 50 por cento da empresa que dispõe de concessões de carvão em Moçambique com reservas estimadas em milhares de milhões de toneladas.

Em declarações ao jornal The Australian, o presidente executivo da Riversdale Mining, Steve Mallyon, disse ter recomendado aos accionistas a aceitação da OPA do grupo Rio Tinto, “na ausência de uma OPA de valor superior”.

A proposta da Rio Tinto necessita do apoio de um dos seus principais accionistas, os grupos indiano Tata Steel e brasileiro Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), a fim de ultrapassar a meta anunciada de mais de 50 por cento do capital.

Desde o anúncio da OPA a 24 de Dezembro de 2010, tanto a Tata Steel como a CSN tem estado a aumentar as suas posições na Riversdale Mining, controlando agora 47 por cento, contra a participação de 17 por cento do grupo Rio Tinto. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH