Moçambique vai criar companhia aérea para voos internacionais

9 March 2011

Maputo, Moçambique, 10 Mar – A LAM Internacional será apresentada hoje em Maputo numa iniciativa do Instituto de Gestão das Participações do Estado (Igepe) em coordenação com a companhia aérea de bandeira Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), foi quarta-feira anunciado em Maputo.

O Igepe adianta em comunicado que a estratégia a adoptar deve passar pela introdução de voos intercontinentais sob o “guarda-chuvas” de uma nova empresa de transporte aéreo internacional, que funcione em regime de autonomia jurídica, patrimonial e funcional, de modo a não contaminar a LAM com o risco inerente à operação.

Na sua face inicial, a LAM Internacional deverá nascer sem património e adoptar o esquema de locação financeira para aquisição de aeronaves e usar os serviços da actual LAM para operar.

No comunicado, o Igepe diz ainda que a LAM Internacional deverá ser participada por por empresas nacionais financeiramente sólidas e vocacionadas para o transporte e/ou turismo, desde que tenham demonstrado interesse no desenvolvimento do turismo em Moçambique e que possam contribuir com capital e conhecimento nas diversas áreas de desenvolvimento do negócio.

Retomar a operação para Lisboa, na Europa, é um dos grandes objectivos aliados a outros destinos tais como Roma, também no continente europeu, Brasil na América do Sul, Pequim na Ásia e Emiratos Árabes Unidos no Médio Oriente, mercados esses que, de acordo com o plano estratégico de desenvolvimento do turismo, são apontados como nichos emergentes para Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH