Crédito malparado terá aumentado em 2010 no sistema bancário de Angola

14 March 2011

Luanda, Angola, 15 Mar – O crédito malparado terá aumentado significativamente no sistema bancário angolano, a avaliar pelos mais recentes indicadores do sistema financeiro do país divulgados pelo Banco Nacional de Angola, informou o jornal angolano O País.

Após ter passado de 2,6 por cento no final de 2009 para 13,5 por cento em Março de 2010, fenómeno que estará associado a circunstâncias conjunturais (nas quais a acumulação de dívidas por parte do Estado teve especial impacto), encetou de seguida um movimento de desaceleração, situando-se já, em Outubro de 2010, em 7,1 por cento, voltando, no entanto, a subir para 10,3 por cento no mês de Novembro de 2010.

O crédito malparado é habitualmente definido pelo quociente entre o crédito vencido a mais de 180 dias e o crédito total.

Por outro lado, o indicador do crédito vencido não coberto por provisões específicas sobre os fundos próprios passou de 11,6 por cento no final de 2009 para 19,6 por cento em Novembro de 2010, tendo atingido o seu máximo em Agosto (22,9 por cento).

O rácio de solvabilidade regulamentar, que constitui, fundamentalmente, o indicador síntese do risco sistémico do sector bancário, e que compara a compatibilização dos Fundos Próprios Regulamentares com o risco de crédito e o risco de câmbio reduziu-se, passando de 19,5 por cento no final de 2009 para 14,4 por cento em Novembro de 2010.

De acordo com as normas do Banco Nacional de Angola, este rácio deve ser maior ou igual a 10 por cento. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH