Cimentos de Moçambique vai duplicar capacidade de produção da fábrica da Matola

15 March 2011

Maputo, Moçambique, 16 Mar – A entrada em funcionamento de um novo moinho na fábrica da Cimentos de Moçambique na cidade da Matola vai duplicar para 1,2 milhões de toneladas a actual capacidade de produção daquela unidade, de acordo com dados divulgados pela empresa.

Citados pelo diário Notícias, de Maputo, os dados indicam que a zona sul de Moçambique consome aproximadamente 700 mil toneladas de cimento por ano, o que significa que com a instalação do novo equipamento o mercado ficará com 500 mil toneladas de excedente, produto que em princípio se destinará à exportação para os países vizinhos.

De acordo com o jornal, Steffen Kasa, presidente da comissão executiva da Cimentos de Moçambique, disse recentemente que na cimenteira do Dondo, província de Sofala, está igualmente a ser instalado um novo moinho para duplicar para 480 mil toneladas a actual capacidade de produção.

Steffen Kasa disse ainda que com a conclusão das obras na fábrica da Matola, prevista para Maio próximo, onde estão a ser investidos 18 milhões de euros, a empresa estará em condições de satisfazer as necessidades de cimento no país pelo menos até 2015.

Estudos realizados pela empresa indicam que o consumo anual de cimento deverá atingir em Moçambique 1,5 milhões de toneladas em 2014, tendo em conta os vários projectos de construção previstos pelo governo e pelo sector privado, valor que subirá para 1,8 milhões de toneladas em 2018. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH