Agência de cooperação do Japão vai financiar projecto de produção de biocombustíveis em Moçambique

28 March 2011

Maputo, Moçambique, 29 Mar – A Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e a Agência Japonesa de Cooperação Internacional assinaram, na passada sexta-feira, em Maputo, um acordo ao abrigo do qual aquele país asiático irá conceder cinco milhões de dólares para um projecto a cinco anos de produção de biocombustíveis em Moçambique.

De acordo com o jornal O País, o Japão deverá fornecer ainda equipamentos a Moçambique, que serão utilizados no processo de cultivo da jatrofa, enviar especialistas para o país e formar especialistas nacionais.

O processo de execução do projecto será conduzido pela Universidade de Tóquio e por técnicos da Faculdade de Agronomia da UEM, que neste momento encontram-se a fazer acertos nesse sentido.

Por ocasião da assinatura do acordo, o reitor da UEM, Filipe Couto, disse ser “um desafio para a Faculdade de Agronomia saber executar este projecto, não só no papel, não só em artigos, mas mostrar onde está a jatrofa depois de produzida, onde e como é produzida, onde estão os terrenos”.

Sem avançar datas, as partes asseguraram ao “O País” que o projecto vai arrancar brevemente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH