Portugal vai continuar em recessão em 2012 segundo previsão do FMI

11 April 2011

Bruxelas, Bélgica, 12 Abr – Portugal será o único dos países periféricos europeus a manter-se em recessão em 2012, de acordo com as mais recentes previsões do Fundo Monetário Internacional (FMI).
A Grécia, Irlanda e Espanha já estarão a crescer em 2012.
As contas do FMI, inseridas no documento intitulado “Panorama Económico Global”, antecipam uma quebra da economia portuguesa da ordem dos 1,5% em 2011 e 0,5% em 2012, enquanto os outros três países com dificuldades orçamentais estarão a crescer, destacando-se os 1,9% de Espanha.
Entretanto, os défices correntes na Irlanda e em Espanha já caíram em 2010 para níveis mais sustentáveis, segundo refere a agência de noticias de Portugal. No caso de Portugal e Grécia, os valores são elevados, e estão nos 10,4% e 9,9%, respectivamente.
As recomendações do FMI neste documento são conhecidas e passam por reformas que contribuam para o aumento da produtividade e ajustamento de custos laborais, promovendo negociações salariais descentralizadas, remoção de mecanismos de indicação e redução de custos de despedimento.
Consideram ainda que a médio prazo “será útil criar folga para cortar impostos, assim dando apoio ao investimento privado e ao lado da oferta”.
Ainda sobre Portugal, o FMI diz que o desemprego vai chegar aos 11,9% e aos 12,4% em 2012, contra 11% em 2010.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH