Grupo brasileiro Camargo Corrêa alterou designação da “holding” para o negócio do cimento

26 April 2011

São Paulo, Brasil, 27 Abr – O grupo brasileiro Camargo Corrêa criou a sociedade gestora de participações sociais InterCement para gerir o negócio do cimento que até agora se encontrava agregado na Camargo Corrêa Cimentos, anunciou terça-feira o grupo em comunicado divulgado na sua página electrónica.

A alteração do nome pretende fazer com que a marca seja conhecida fora do Brasil e a InterCement inicia a sua actividade com 16 fábricas, 5 mil funcionários, operações no Brasil, na Argentina, Angola e Paraguai, além de controlar 33 por cento do capital da portuguesa Cimpor – Cimentos de Portugal.

De acordo com o comunicado, “a nova identidade reflecte a ideia de internacionalização e a capacidade de unir pessoas e culturas representada por uma palavra nova, criada a partir da combinação de “inter” (ligação, união) e “cement” (cimento, em inglês)”.

Como parte da sua estratégia de internacionalização, a Camargo Corrêa Cimentos adquiriu participações, em 2010, numa produtora de Moçambique e em parceiros no Paraguai e na Angola.

Também no ano passado, a empresa comprou uma participação de 33 por cento na Cimpor, no decurso de uma disputa em que a oferta pública de aquisição apresentada pela brasileira Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) foi derrotada, no que foi acompanhada pela Votorantim que, em conjunto, detêm 53 por cento do capital do grupo cimenteiro português. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH