Obras de modernização do porto de Namibe, Angola, vão permitir aumentar carga processada anualmente

27 April 2011

Luanda, Angola, 28 Abr – A recuperação das instalações e a introdução de novos equipamentos no porto de Namibe vai fazer com que a carga a ser processada anualmente passe das actuais 500 mil toneladas para 800 mil toneladas, afirmou em Luanda o presidente da entidade gestora do porto, Joaquim Neto.

No decurso de um seminário sobre liderança, finanças e controlo de gestão, Joaquim Neto salientou ter sido elaborado um plano estratégico de recuperação do porto a ser executado por fases e prestando particular atenção ao caminho-de-ferro de Moçâmedes que, disse, “vai desempenhar um papel importante no desenvolvimento do interior do país”.

Na primeira fase de recuperação do porto, que ficou concluída em Agosto de 2010, foram investidos 20 milhões de dólares, no âmbito do acordo bilateral de cooperação existente entre Angola e o Japão.

Para a segunda fase, que deverá iniciar-se em 2012, está previsto um investimento igualmente de 20 milhões de dólares, adiantou Joaquim Neto, que acrescentou decorrerem actualmente os estudos para a sua execução que adicionará 240 metros de cais de acostagem e uma área de 19 mil metros quadrados para o armazenamento de contentores. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH