Banco Nacional de Angola está a organizar Central de Informação e Risco de Crédito

3 May 2011

Luanda, Angola, 4 Mai – A Central de Informação e Risco de Crédito (CIRC) do Banco Nacional de Angola (BNA), actualmente a ser montada, vai abranger tanto empresas como particulares e permitir que os clientes da banca comercial disponham de uma avaliação de risco, informou o jornal angolano O País.

O jornal adiantou que as instituições financeiras já começaram a enviar informações relativas a operações de crédito contratadas com os clientes e cheques sem provisão rejeitados, reportando-se as informações respeitantes a crédito a factos ocorridos desde Junho de 2010.

Em circular de 4 de Outubro de 2010, o banco central determinou que as instituições financeiras passariam a enviar, mensalmente, à CIRC informação sobre as operações de crédito aos clientes, tanto de pessoas colectivas como de pessoas singulares.

Também as informações relativas aos cheques sem provisão, após segunda apresentação pelos clientes, deveriam ser comunicadas à CIRC.

A nova plataforma de informação sobre o crédito concedido e os cheques sem provisão permitirá aferir a exposição de risco do sistema bancário no seu conjunto, abrindo a cada instituição financeira a possibilidade de aferir o risco individual dos candidatos à obtenção de crédito, tendo como base de avaliação o respectivo histórico de cumprimento e/ou incumprimento.

Com o cruzamento de informação procura-se reduzir a exposição ao risco de crédito do sistema financeiro e, do mesmo modo, facilitar o acesso ao crédito a tomadores que apresentem um nível de risco reduzido, agilizando o processo de concessão e encurtando os tempos de aprovação dos pedidos.

Por outro lado, a informação disponibilizada pela CIRC terá reflexos sobre a evolução do crédito malparado e a constituição de provisões, já que facilitará a fixação, pelas instituições financeiras, do nível de risco dos clientes e permitirá aferir melhor da qualidade do crédito.

O jornal salientou que o sistema financeiro de Angola tem denotado uma tendência para a deterioração da respectiva carteira de crédito, com o crédito vencido a representar já 8,1 por cento do crédito total no final de 2010. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH