Construção em Moçambique da linha Centro-Sul de transporte de energia é viável em termos ambientais

4 May 2011

Maputo, Moçambique, 5 Mai – A construção da linha de transporte de energia eléctrica Tete-Maputo, mais conhecida por Centro-Sul, é viável em termos ambientais, de acordo com um estudo apresentado em Maputo pela Sal Consultores e Desenvolvimento Social (SCDS), de acordo com o jornal moçambicano O País.

A consultora, empresa contratada pela Electricidade de Moçambique para estudos de viabilidade ambiental e social, concluiu que os danos previstos, nomeadamente ao ambiente e à vida em volta do futuro empreendimento, são mitigáveis.

A SCDS indica que o projecto pode provocar a erosão de solos, emitir gases poluentes no ar, causar ruído, entre outras situações, mas sem impacto significativo sobre o ambiente.

Orçada em 1,7 mil milhões de dólares, o projecto Tete-Maputo prevê a construção de duas linhas de alta tensão, a primeira com 800 KV de corrente contínua e a segunda com 400 KV de corrente alternada e uma capacidade máxima de transmissão de electricidade de 2 650 MW e 1 100 MW, respectivamente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH