Produção de biocombustíveis vai alargar base energética de Angola

8 May 2011

Luanda, Angola, 9 Mai – O ministro dos Petróleos, Botelho de Vasconcelos, disse sexta-feira, em Luanda, que a elaboração da Estratégia Nacional sobre Biocombustíveis visa permitir que Angola alargue a sua base energética, apesar de dispor de outras fontes de energia.

De acordo com o ministro, que falava à margem do encontro de trabalho para a divulgação da Estratégia Nacional para os Biocombustíveis, embora o país disponha de várias fontes de energia e registe um certo crescimento na produção de petróleo, o governo entendeu por bem diversificar a base energética do país, integrando também os biocombustíveis.

“Uma vez que há necessidade de produzir açúcar, há vantagens no cultivo de cana-de-açúcar uma vez que se aproveita igualmente o subproduto metanol”, disse Botelho de Vasconcelos.

Botelho de Vasconcelos, que coordena a comissão sobre biocombustíveis, salientou que a estratégia vai permitir a inserção do pequeno agricultor, que poderá vender a sua produção a empresas ligadas à produção de biocombustíveis.

A comissão de biocombustíveis é presidida pelo Ministério dos Petróleos e integra os ministérios da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Economia, Justiça, Geologia e Minas e Indústria, Energia e Águas e do Ambiente. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH