Questões técnicas e financeiras estão a atrasar instalação de destilaria de gás natural em Moçambique

11 May 2011

Maputo, Moçambique, 12 Mai – Questões de natureza técnica e financeira estão da origem do atraso na instalação de uma torre de destilação para a produção de gás de cozinha a partir do gás natural de Pande e Temane, na província de Inhambane, afirmou em Maputo o ministro da Energia de Moçambique.

De acordo com o jornal Notícias, de Maputo, Salvador Namburete escusou-se a revelar quando é que o país passará a contar com uma infra-estrutura do género.

Conforme foi anunciado em diversas ocasiões, para contrariar a alta de preços no mercado internacional, Moçambique precisa de investir numa torre de destilação para a produção de gás de cozinha a partir do gás natural, o que ainda não foi possível.

“Não é possível encher as botijas que usamos nas nossas cozinhas com o nosso gás natural no estado em que ele se apresenta. Para isso, precisamos de investir numa torre de destilação para produzir o gás de cozinha que se comercializa em botijas, o que ainda não foi possível por várias razões, incluindo as técnicas e financeiras”, afirmou Namburete.

O ministro disse ainda que o gás doméstico que Moçambique importa da África do Sul e que é comercializado em botijas, no país, é derivado do petróleo, “razão pela qual a subida do preço do petróleo acaba por influenciar o preço do gás de cozinha”.

Este esclarecimento do ministro Namburete surge em resposta a algumas preocupações manifestadas publicamente, de que o país exporta gás natural em bruto para a África do Sul, onde é processado, para de seguida ser reexportado para Moçambique a um preço mais elevado.

O que existe, segundo Namburete, é um acordo com a petroquímica sul-africana Sasol, que resulta na exportação do gás natural moçambicano para aquele país vizinho e, ao abrigo deste mesmo acordo, Moçambique recebe o mesmo gás, a partir do gasoduto de Ressano Garcia (fronteira com a África do Sul) para a cidade industrial da Matola, que é utilizado na indústria e no abastecimento de viaturas.

Em Moçambique, os campos de gás natural que é exportado para a África do Sul estão localizados em Temane, na província de Inhambane. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH