Vinhos do Cabo Verde vão chegar a Portugal e EUA através de empresas portuguesas

12 May 2011

Praia, Cabo Verde, 13 Mai – Duas empresas portuguesas que há dois anos estabeleceram uma parceria em Cabo Verde vão exportar para Portugal e para os Estados Unidos da América grande parte do vinho produzido na ilha do Fogo, disse Carlos Graça, administrador da Efectivo, parceira da Win Resources.

Em declarações à agência noticiosa portuguesa Lusa, Carlos Graça indicou que a produção anual das cooperativas foguenses Chã e Sôdade está estimada em cerca de 150 mil garrafas, podendo subir nos próximos anos, à medida que forem melhoradas as condições de produção.

Por seu turno, o projecto de Maria Chaves, que permitirá introduzir no mercado mais uma quantidade significativa de garrafas, estimada em cerca de 200 mil, e o de Monte Losna, que está em fase de contactos, vai aumentar significativamente a produção, acrescentou.

“Face à pequena produção, a possível, que não enche muitos contentores, a ideia é alargar a outros produtos tradicionais que possam representar uma mais-valia para a exportação”, sublinhou o administrador da Efectivo e parceiro da Win Resources, empresa ligada ao agro-negócio e liderada pelo empresário Davide Freitas.

O investimento das duas empresas portuguesas, que têm sido apoiadas pela Cabo Verde Investimentos, está avaliado, na primeira fase do projecto, em cerca de 25 mil contos cabo-verdianos (cerca de 227 mil euros), dependendo dos resultados para se avançar para outras áreas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH