Banco português BPI reviu em baixa previsão do crescimento de Angola para 6,3% em 2011

18 May 2011

Lisboa, Portugal, 19 Mai – A economia de Angola deverá este ano crescer apenas 6,3 por cento, tendo em atenção o desempenho recente do mercado petrolífero, refere o relatório de Maio do banco português BPI relativo a Angola.

“No novo cenário, o Produto Interno Bruto de Angola deverá apresentar um crescimento de 6,3% em 2011, face a uma previsão anterior de 6,9%”, pode ler-se no documento.

Na base da revisão das perspectivas de Cristina Casalinho e Susana de Jesus Santos, autoras do documento, está o “desempenho recente do mercado petrolífero.”

As especialistas avançam para um crescimento de 2,8% do PIB petrolífero, “reflectindo a recuperação do nível médio de produção face a 2010, que pressupõe um nível de produção média diária de 1,85 milhões de barris diários, face a 1,80 milhões de barris por dia no ano anterior, em linha com o previsto pelo FMI.”

No que respeita ao sector não-petrolífero, o BPI prevê um crescimento real de 8,8% este ano.

Recorde-se que as últimas estimativas do FMI para Angola, reveladas no relatório de Abril da instituição, foram revistas em alta com os seus especialistas a apontarem para um crescimento do PIB angolano de 7,8% este ano, quando em Outubro tinham previsto um crescimento de 6,4%. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH