Proposta de Orçamento de Estado para 2011 vai aumentar dívida pública de Cabo Verde

19 May 2011

Praia, Cabo Verde, 20 Mai – A proposta de Orçamento do Estado (OE) em Cabo Verde para 2011 prevê um aumento da dívida pública para 81,5% do Produto Interno Bruto contra 75,4% registados no exercício de 2010, afirmou na cidade da Praia a ministra cabo-verdiana das Finanças e Planeamento, Cristina Duarte.

Dizendo que a dívida está “dentro de limites sustentáveis”, a ministra adiantou haver um acordo assinado em 2008 com o Fundo Monetário Internacional (FMI) que define uma “trajectória programada” de construção de infra-estruturas, “que justifica os aumentos do défice orçamental e do endividamento público”.

À luz do referido acordo, disse, Cabo Verde deve iniciar uma rota descendente no que se refere ao endividamento “a começar já este ano em que o défice orçamental baixará para 10,3%, depois de em 2010 ter atingido 13,6%”.

A ministra disse ainda estar a ser projectada uma descida do défice orçamental para 9,2% em 2012 e 6,7% em 2013 mas recordou estarem esses valores dependentes da capacidade de execução do Programa de Investimentos”.

Sobre o aumento da inflação prevista no OE, entre 3 a 4% (uma subida importante face à taxa de 2,1% de 2010), Cristina Duarte recordou a pressão inflacionista existente a nível internacional, “muito por culpa do aumento dos bens de primeira necessidade e, principalmente, dos combustíveis”. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH