Angolano Banco Africano de Investimentos vai ser accionista da Electra de Cabo Verde

31 May 2011

Praia, Cabo Verde, 1 Jun – O angolano Banco Africano de Investimentos (BAI), que tem uma sucursal em Cabo Verde, vai ser, até ao final do ano, accionista da Empresa de Electricidade e Água (Electra), revelou segunda-feira a ministra das Finanças e do Planeamento cabo-verdiana.

Segundo a ministra Cristina Duarte, a entrada do BAI na Electra será feita através da reconversão de uma dívida em capital, cujo montante não indicou e que tal não irá gerar entrada de receitas.

Cristina Duarte afirmou que a Electra, empresa que o primeiro-ministro cabo-verdiano, José Maria Neves, prometeu privatizar ainda este ano, está à procura de dois tipos de parceiros.

“Um financeiro, que se possa transformar no braço financeiro da empresa e o seleccionado foi o BAI e um segundo que seja conhecedor do negócio de produção de energia eléctrica, indo ambos fazer parte da estrutura accionista da Electra”, disse Cristina Duarte.

Para o segundo caso, disse a ministra cabo-verdiana, “há algumas empresas” produtoras de energia eléctrica que já mostraram interesse em entrar na Electra, mas que, até agora, “não passam de manifestações de interesse”.

O BAI Cabo Verde, com um capital social de 90 milhões de euros, tem como accionistas o BAI Angola, com 71%, a petrolífera angolana Sonangol, com 19%, e a empresa cabo-verdiana SOGEI, com 10%. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH