Grupo dos 19 promete 688,6 milhões de dólares em apoio a Moçambique em 2012

31 May 2011

Maputo, Moçambique, 1 Jun – Os Parceiros do Apoio Programático (PAP) ou Grupo dos 19 (G19) deverão contribuir com 688,6 milhões de dólares para o Orçamento de Estado de 2012 e para programas sectoriais em Moçambique, anunciou terça-feira, em Maputo, o alto-comissário do Reino Unido no país, Shaun Cleary.

No decurso da entrega formal das cartas de compromisso, Cleary informou que daquele montante global 379,1 milhões de dólares são para o apoio ao Orçamento do Estado e 309,5 milhões de dólares para o apoio programático sectorial.

Três países, Alemanha, Noruega e Países Baixos, ainda aguardam pela autorização dos seus respectivos governos ou parlamentos para anunciarem as suas contribuições que, caso sejam idênticas às de 2011, farão com que o montante total de apoio a Moçambique atinja 760 milhões de dólares, de acordo com a agência noticiosa moçambicana AIM.

Um comunicado distribuído na ocasião refere que a maioria dos membros do G19 mantém os seus compromissos de apoio ao mesmo nível de 2011, enquanto o apoio programático sectorial regista um aumento no valor superior a 45 milhões de dólares, comparativamente ao ano de 2011, que foi de 263 milhões de dólares.

De acordo com Shaun Cleary, cinco membros do G19 reduziram o seu apoio ao Orçamento Geral do Estado, enquanto um aumentou.

Integram o G19 a Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Comissão Europeia, Espanha, Finlândia, França, Irlanda, Itália, Noruega, Países Baixos, Portugal, Suécia, Suíça, Reino Unido, Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e Banco Mundial.

Os PAP têm como membros associados os Estados Unidos da América e a Organização das Nações Unidas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH