Empresários de Cabo Verde pretendem importar fruta da Guiné-Bissau

1 June 2011

Bissau, Guiné-Bissau, 2 Jun – Empresários de Cabo Verde pretendem começar a comprar alguns produtos agrícolas na Guiné-Bissau, disse em Bissau o presidente da Câmara de Comércio do Barlavento, Manuel Monteiro, que integra uma missão de homens de negócios cabo-verdianos àquele país.

Manuel Monteiro mencionou os casos da manga, limão, ananás e laranja, frutos que “se estão a estragar na Guiné-Bissau” e que Cabo Verde importa de outros países, nomeadamente da América Latina e da Europa.

“Compramos a banana da Itália, mas que na realidade vem da América Latina, quando podíamos estar a comprar esse e outros produtos, que se estão a estragar, aqui na Guiné-Bissau”, defendeu Manuel Monteiro.

Aquele responsável afirmou que o negócio só não avançou devido a “alguns constrangimentos” que, nos últimos tempos, disse, têm estado a ser ultrapassados.

Manuel Monteiro apontou problemas como a dupla tributação, as barreiras alfandegárias, mas, sobretudo, a falta de um navio que possa ligar os dois países, como factores que têm dificultado o surgimento de negócios entre empresários guineenses e cabo-verdianos.

A visita da missão empresarial de Cabo Verde iniciou-se na terça-feira e termina sábado, tendo sido realizada a convite da Câmara de Comércio, Indústria, Agricultura e Serviços (CCIAS) da Guiné-Bissau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH