Moçambique vai aumentar em 2 mil milhões de dólares a sua quota no Banco Africano de Desenvolvimento

9 June 2011

Lisboa, Portugal, 10 Jun – Moçambique decidiu aumentar a sua quota do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) em 2 mil milhões de dólares, montante que será pago em oito anos, afirmou quinta-feira em Lisboa o ministro da Planificação e Desenvolvimento de Moçambique e um dos governadores do BAD, Aiuba Cuereneia.

Citado pelo diário Notícias, de Maputo, o ministro adiantou que com este aumento abre-se a possibilidade de Moçambique passar a beneficiar de mais fundos do banco para financiar os seus projectos de desenvolvimento.

Anualmente, o BAD desembolsa cerca de 90 milhões de dólares, dos quais 60 milhões destinados ao Estado e 30 milhões ao sector privado, valores que do ponto de vista do ministro se situam aquém das reais necessidades de financiamento para os projectos de construção de infra-estruturas.

O ministro disse ainda que o aumento da quota de Moçambique seguiu-se a uma decisão do Conselho de Administração do BAD de aumentar o capital social daquela instituição financeira.

A presente Assembleia Anual do Banco Africano de Desenvolvimento, que hoje sexta-feira encerra os seus trabalhaos em Lisboa, reúne um expressivo número de empresários, representantes governamentais de pelo menos 77 países e de outras instituições internacionais. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH