Governo de Timor-Leste está a estudar o aumento da produção de café

16 June 2011

Díli, Timor-Leste, 17 Jun – Um projecto sobre a economia do café em Timor-Leste está a ser analisado pelo governo timorense, que pretende aumentar a produção daquele que é um dos seus principais produtos de exportação do país, informou quinta-feira em Díli fonte oficial.

De acordo com um comunicado da Secretaria de Estado do Conselho de Ministros, o projecto tem por objectivo melhorar a gestão do café, que é um dos principais produtos de exportação de Timor-Leste, sendo que o aumento da sua produção poderá levar a uma redução do défice da balança comercial de Timor-Leste.

Estima-se que mais de 50 mil famílias em Timor-Leste sejam produtores de café e dependam do rendimento do mesmo, que corresponde a cerca de 80% das exportações não-petrolíferas do país.

O Híbrido do Timor, um cruzamento natural entre a variedade Robusta e Arábica é reconhecido nos mercados internacionais como café biológica de grande qualidade.

No entanto, a actual produção de café está aquém da capacidade dos solos timorenses, podendo ser substancialmente aumentada.

A substituição gradual das plantas de café, que atingiram grande porte e a poda e limpeza das existentes, são algumas das medidas que têm sido apontadas, mas enfrentam a resistência de muitos dos produtores.

A poda de uma plantação de café implica que o produtor se possa ver privado do rendimento durante cerca de três anos, enquanto se dá o crescimento, sendo essa uma das razões para a resistência dos produtores. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH